Projeto: Oportunidades e desafios das estatísticas sobre ESS

Em Junho de 2019, o Knowledge Hub da Força Tarefa Inter-agências das Nações Unidas para a Economia Social e Solidária (UNTFSSE) iniciou um projeto de 1,5 anos que visa contribuir para a difusão e a transferência de conhecimento sobre metodologias robustas e abordagens de alta qualidade para a coleta, análise e interpretação de estatísticas de Economia Social e Solidária (ESS). Embora os decisores políticos prestem cada vez mais atenção às organizações e empresas de Economia Social e Solidária (OEESS), em particular, aos seus potenciais para abordar problemas sociais, econômicos e ambientais de formas alternativas, a falta de informação estatística sobre o peso, a dimensão e o âmbito das OEESS no seu próprio território, as impede frequentemente de estabelecer políticas sustentáveis e inclusivas para o desenvolvimento das OEESS. A escassez de dados e estatísticas sistemáticos sobre a ESS conduz frequentemente à incapacidade de captar os diversos contributos dos agentes da ESS e o grau de impacto nos objetivos e metas sustentáveis da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável de 2030.

Objetivos

O projeto visa principalmente enriquecer as discussões sobre estatísticas de ESS dentro e fora do sistema da ONU; e fornecer aos decisores políticos informações sobre estatísticas atuais de ESS e recomendações para a produção de melhores estatísticas de ESS.

O projeto de pesquisa irá:

  • fornecer uma visão global do estado atual das estatísticas sobre ESS em diferentes partes do mundo, com destaque para as metodologias e conjuntos de dados disponíveis;
  • explorar diversas abordagens para gerar estatísticas sobre ESS;
  • explicar como as estatísticas sobre SSE podem ser melhor apresentadas; e
  • identificar abordagens inovadoras para medir o impacto da ESS no desenvolvimento sustentável.

Principais preocupações e questões em matéria de pesquisa

  • Mapeamento das estatísticas atuais disponíveis sobre ESS: Num contexto em que os dados sistemáticos sobre as OEESS são escassos e em que as definições e os indicadores variam, os números não conseguem, muitas vezes, captar os contributos de diversidade dos agentes da ESS e o seu impacto nas várias dimensões do desenvolvimento sustentável. Embora sejam produzidas estatísticas sobre as ESS em muitos países, continuam a faltar estatísticas fiáveis e comparáveis sobre as ESS na maioria dos países. E a informação sobre o panorama atual das estatísticas das ESS é dispersa e anedótica. Ao fazer o balanço da forma como está atualmente a ser medido, o projeto irá mapear os países para produzir estatísticas sobre as ESS e as suas metodologias.
  • Diferentes métodos de produção de estatísticas de ESS: As estatísticas geradas atualmente sobre ESS, como as da União Europeia, Bélgica, Canadá, França, Alemanha, Argentina, Brasil, Paquistão, África do Sul e Tailândia, baseiam-se em diferentes abordagens metodológicas. E, como indica o caso da União Europeia, também surgem novas abordagens à produção de estatísticas em diferentes partes do mundo. As metodologias específicas adoptadas por organizações nacionais ou regionais, em particular focos específicos sobre diferentes subconjuntos de ESS na definição de ESS, refletem e moldam a dinâmica institucional através da qual a ESS evoluem. Qual é a principal diferença entre os principais métodos e abordagens utilizados para produzir estatísticas sobre as ESS e de que forma afetariam as OEESS? Quais são os prós e os contras das várias abordagens? Que novas abordagens estão surgindo e quais são as suas características?
  • Políticas e instituições para as estatísticas sobre as ESS: Como a origem da palavra estatística, “statisticum”, ou seja, o significado relativo ao Estado revela, a pesquisa e a prática das estatísticas situam-se entre a ciência e a governança. Nesta linha, a produção de estatísticas sobre ESS está relacionada com preocupações mais vastas sobre a contabilidade nacional e o desenvolvimento das ESS. A legitimidade dos dados ou das estatísticas não provém frequentemente do rigor científico, mas da capacidade de ser uma base para a tomada de decisões numa vasta gama de projetos políticos, econômicos, sociais e ambientais. As políticas e instituições de estatísticas sobre a ESS devem ser cuidadosamente concebidas e implementadas tendo em consideração várias dimensões da economia política e das relações de poder. Que políticas e instituições são necessárias para produzir estatísticas com forte rigor científico e elevada capacidade para constituir uma base para a tomada de decisões em matéria de desenvolvimento sustentável?
  • Pesquisa futura em matéria de estatísticas: Mais do que nunca, são necessárias estatísticas mais fiáveis e comparáveis quando os responsáveis políticos prestam cada vez mais atenção às potencialidades da ESS na contribuição para a realização dos ODS. Com base na investigação recente sobre estatísticas de ESS, todas as partes interessadas precisam de colmatar todas as lacunas e brechas das estatísticas sobre ESS. Que temas e questões precisam ser analisados mais detalhadamente para apoiar os esforços políticos no sentido de produzir melhores estatísticas sobre a ESS?

Beneficiários

Os principais beneficiários deste projeto são os seguintes:

  • os decisores políticos;
  • os organismos nacionais de estatística;
  • organizações de topo do setor ESS.

Principais resultados

Workshop de peritos (2019) – Ver todas as informações relacionadas com o Workshop de 4 de Novembro de 2019 nesta página (somente em inglês).

Documentos de trabalho (WP) do Knowledge Hub (2020)

WP 1: Situação atual das práticas na produção de estatísticas sobre ESS, incluindo uma lista de abordagens para definir e contablizar a ESS, prós e contras das abordagens.
WP 2: Mapeamento de ESS e exemplos de dados atuais de ESS retirados da pesquisa de desktop (por exemplo, o trabalho do CIRIEC sobre ESS nos países da UE, World coop monitor, Mapeamento de empresas sociais na Europa).
WP 3: Recomendações dos avaliadores aos decisores políticos sobre a produção de estatísticas sobre ESS e sobre a pesquisa futura.

Reunião do Grupo de Avaliadores (2020)

Envolvimento com o Projeto

Favor contatar Ilcheong Yi (UNRISD) – o coordenador interno do projecto ou Marie J. Bouchard (CIRIEC International) – coordenadora externa do projecto.

Agradecimentos

Este projecto é uma iniciativa de pesquisa do Knowledge Hub da ESS para os ODS, financiada pelo Governo da República da Coreia (representado pelo Statistics Korea) e implementada pelo UNRISD como organização implementadora do Knowledge Hub da UNTFSSE. A equipe reconhece o apoio do CIRIEC Internacional para o projeto.