Empoderamento e participação feminina na Economia Social e Solidária: em busca da equidade

Abstract - EN

The invisibility of women is an aspect that can be seen both in their daily lives and in the role they play in the sciences and in their studies of women. Therefore, this article intends, through the life stories of 3 participants of the Social and Solidarity Economy of Santa Catarina (Brazil), to bring women to the protagonism of scientific research, but mainly to articulate the concepts of female empowerment and social and solidarity economy. The Social and Solidarity Economy, due to its intrinsic concepts of cooperation, equality, solidarity and also, in opposition to a hegemonic, one-dimensional society, presents itself as a promising space for the actions of women who do not fit into this scenario. And, therefore, its relevance as a space of opportunity for the consolidation of the 5th Sustainable Development Goal – Gender equality and empowerment of women and girls. However, it is not enough just to participate in the movement, it is necessary to qualify this participation – which occurs through the empowerment of these women. The interviewees’ reports consolidate this approach, without disregarding the problems and difficulties presented in the process of empowerment in the spaces of Social and Solidarity Economy.

Abstract - PT

A invisibilidade das mulheres é um aspecto que pode ser percebido tanto no dia a dia como no papel desempenhado por elas nas ciências e nos estudos sobre as mulheres. Por isso, o presente artigo pretende, por meio de histórias de vida de 3 participantes da Economia Social e Solidária de Santa Catarina (Brasil), trazer as mulheres para o protagonismo das pesquisas científicas, mas, principalmente, articular os conceitos de empoderamento feminino e economia social e solidária. A Economia Social e Solidária por seus conceitos intrínsecos de cooperação, igualdade, solidariedade e também, de contraposição a uma sociedade hegemônica, unidimensional, apresenta-se como um espaço promissor para a atuação das mulheres que não se enquadram nesse cenário posto. E, por isso, sua relevância enquanto espaço de oportunidade para a consolidação do 5º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável – Igualdade de gênero e empoderamento das mulheres e meninas. Entretanto, não basta apenas participar do movimento, é necessário qualificar essa participação – o que ocorre por meio do empoderamento dessas mulheres. Os relatos das entrevistadas consolidam essa aproximação, sem desconsiderar os problemas e as dificuldades apresentados no processo de empoderamento nos espaços da Economia Social e Solidária.

SDGs in this paper:

05. Gender Equality