A inextricável relação entre a Economia Social e Solidária (ESS) e a Agenda 2030. O caso dos Assentamentos em Araraquara (SP), Brasil

Abstract - EN

In Brazil and in many countries, the SSE has presented itself in recent years as an innovative alternative for generating employment and income and as a response in favor of social and labor inclusion. For many, it can also be considered as a new, more humane and inclusive development model. This fact allows the United Nations to recognize the SSE as one of the auxiliary paths that will contribute to the implementation of the SDGs in the territories. Thus, the SDGs are integrated and mix the three dimensions of sustainable territorial development: economic, social and environmental. This article aims to use a real and innovative experience of municipal SSE to explain its effective contributions to achieving certain SDGs. The study to be presented refers to a set of activities connected to SSE (food production) carried out as a way of generating work and income by a population of settlers in areas of high socioeconomic vulnerability in the municipality of Araraquara (SP), from the Association of Settled Women (AMA). With this study, it is intended to design a set of indicators for SDGs 1,2,5,11,and 12 that can be replicated in other experiences.

Abstract - PT

No Brasil e em muitos países, a ESS vem se apresentando, nos últimos anos, como inovadora alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão sócio laboral. Para muitos, pode ser considerada também como um novo modelo de desenvolvimento, mais humano e inclusivo. Tal constatação permite que as Nações Unidas reconheçam a ESS como um dos caminhos auxiliares que contribuirão para a efetivação dos ODS nos territórios. Isto, pois, os ODS são integrados e mesclam as três dimensões do desenvolvimento territorial sustentável: a econômica, a social e a ambiental. Este artigo tem por objetivo utilizar-se de uma experiência real e inovadora de ESS municipal para explicitar suas efetivas contribuições para se alcançar determinados ODS. O estudo a ser apresentado refere-se a um conjunto de atividades conectadas à ESS (produção alimentícia) realizada como forma de geração de trabalho e renda por uma população de assentados em área de alta vulnerabilidade socioeconômica no município de Araraquara (SP), a partir da Associação de Mulheres Assentadas (AMA). Com este estudo, pretende-se conceber um conjunto de indicadores para os ODS 1,2,5,11,e 12 que sejam replicáveis em outras experiências.

SDGs in this paper:

01. No Poverty02. Zero Hunger05. Gender Equality11. Sustainable Cities and Communities12. Responsible Consumption and Production